E num piscar de olhos, o dia vira noite, os pulmõe… Layse Amorim

E num piscar de olhos, o dia vira noite, os pulmõe… Layse Amorim

E num piscar de olhos, o dia vira noite, os pulmões se enchem e esvaziam repetidas vezes, como um sinal de vida, respirar. Os ouvidos se aguçam no silêncio da madrugada banhado pelo tilintar das gotas de chuva batendo na janela e, por incrível qu…