Nunca saberei ao certo o que aconteceu, mas juro q… FELIPE RUBIO CABRAL

31

Nunca saberei ao certo o que aconteceu, mas juro que foi repentino e muito, muito estranho. Ao lado de uma velha amiga, uma sequência curta de palavras (que eu já sabia) ecoaram no cérebro e definitivamente me libertaram de algo que me prendia. No momento senti um vento muito forte e, assustadoramente, tudo mudou. Voltei a abraçar apenas uma pessoa, voltei a ter o controle do meu coração, voltei a ser eu, não restando nada além da indiferença. Esse é o grande fim dos pensamentos, esse é um grande dia.