Pai de Sergio Guizé revela que filho sonhava ser jogador de futebol: ‘Era muito ruinzinho’

461


Foi por empurrão do pai que Sergio Guizé se tornou artista. Quando criança, enquanto ainda sonhava com um futuro como jogador de futebol, o ator ouviu algo inesperado de seu “vellho’’: “Você é muito ruim de bola, filho!”, confessou seu Salvador, num tom sincero até demais, aconselhando o jovem a se inscrever num curso de pintura. A dica foi cumprida no dia seguinte. E deu no que deu. Não à toa, as lembranças enchem a memória do paulista de 36 anos quando está em cena como Candinho de “Êta mundo bom!”.

— Na fase da adolescência, enquanto meus amigos procuravam emprego nas grandes montadoras do ABC Paulista, eu queria pintar quadros e tocar música. Meu pai não podia me ajudar financeiramente, mas sempre falava: “Vá em frente!” — recorda ele, que estrela o reencontro de Candinho com seu pai Ernani (Leopoldo Pacheco), no folhetim.

Sergio Guizé com o pai, Salvador Guizé, que o ensinou a tocar violão aos 5 anos Foto: Álbum de família / Arquivo pessoal

O pai do ator na vida real ainda se surpreende ao assistir ao filho na TV. “É muito orgulho, né?”, ressalta ele, que trabalha como motorista de ônibus em Santo André (SP), onde mora numa casa comprada por Guizé. Noveleiro assumido, ele não perde um capítulo.

— Quando vejo meu filho na novela, passa tudo na minha cabeça: fico pensando no molequinho de cinco anos que queria aprender violão, e aprendeu naquela idade! — conta Salvador, de 61 anos, que, aos fins de semana, é tecladista de duas bandas: — Ele não podia ser jogador de futebol mesmo! Era muito ruinzinho. Se ia chutar a bola, acabava acertando o vento! Até hoje fica bravo quando falo. Se você colocar isso, ele vai ficar chateado! (risos)

Guizé, no entanto, deve perdoar o pai. Afinal, como na ficção, o ator é extremamente ligado à família:

— Faço tudo por eles. Minhas atitudes sempre foram pautadas no que eles pensam de mim. Não é nada conservador ou careta. Mas eu sempre quis que eles tivessem orgulho de mim, sabe?

Candinho (Sergio Guizé) se emociona ao conhecer Ernani (Leopoldo Pacheco) em “Êta mundo bom!”
Candinho (Sergio Guizé) se emociona ao conhecer Ernani (Leopoldo Pacheco) em “Êta mundo bom!” Foto: Rede Globo / Divulgação


Sobre Pai de Sergio Guizé revela que filho sonhava ser jogador de futebol: ‘Era muito ruinzinho’

Fonte:Extra / Leia mais clicando aqui
Todos os direitos reservados ao Jornal EXTRA